Arquivo da tag: história

Iluminador, por amor ao trabalho. Historiador, por natureza!

'Seu Maurício', da Iluminação, nos corredores da TV

Em uma noite repleta de pessoas ilustres e bem vestidas, por alguns instantes, os holofotes estavam voltados para um pernambucano do Recife, de 65 anos, que há quase 40 tem dedicado a sua vida a valorizar a aparição de celebridades, políticos e jornalistas na TV.

Encabulado, recebeu uma justa homenagem pelos ‘serviços prestados’ a um dos maiores sistemas de comunicação do Norte-Nordeste. Ele chegou até a conceder entrevistas, o que o deixou ainda mais retraído.

Mas a imagem que se tem dele muda completamente quando paramos por uns minutos para ouvir o que ele tem para falar. É encantador notar que toda aquela aparente timidez desaparece à medida que percebemos que ele carrega viva na memória grande parte da história de uma emissora de televisão.

Maurício José Moreira, mais conhecido pelos corredores da TV como ‘Seu Maurício’, da Iluminação, é um homem simples, de corpo miúdo e voz e olhar acanhados. Mas essa é a imagem que as pessoas que não o conhecem de perto têm dele, o que era o meu caso.

Foi necessário bem menos que meia-hora para descobrir um ‘Seu Maurício’ falador, brincalhão e, acima de tudo, dono de uma memória surpreendente.

Não precisei fazer muitas perguntas além da inevitável “Como foi que o senhor chegou aqui?” para o marceneiro que aprendeu ali a fazer iluminação de programas e telejornais dar início a uma verdadeira aula de história sobre a televisão pernambucana.

E que história! Na verdade, uma versão bem mais interessante, cheia de casos engraçados, constrangedores para os envolvidos e, sendo assim, inesquecíveis.

Como foi o caso de uma dona de boate muita famosa no Recife, uma tal de Luísa Helena, que fazia propaganda – naquela época, ao vivo – da Coca-Cola. À medida que narra a história, Seu Maurício dá vida à história ao acrescentar gestos e até o modo de falar da apresentadora que, depois de tomar um gole da bebida e dizer algo como “Que delícia!”, soltou a frase “Essa merda é ruim gelada, imagine quente!”.

Ele dá uma gargalhada gostosa. Em seguida, explica que tudo aquilo, que deveria ser um comentário de bastidor, chegou aos ouvidos de toda a audiência da época. “Foi um escândalo”, lembra ele.

E assim ‘Seu Maurício’ vai revelando a história que não consta no arquivo oficial da emissora, mas que chegou até os dias de hoje graças à memória de pessoas como ele. Histórias de um iluminador que passou quase um ano sem receber salário, mas mesmo assim continuou trabalhando na empresa.

“Mas por que, Seu Maurício?”, perguntei espantada. “Minha filha, isso aqui é como se fosse um vício! A gente se acostuma a fazer esse tipo de trabalho e, na hora que é pra trabalhar, esquece de salário, de tudo”, explica como se isso fosse a coisa mais natural do mundo. Pensando bem, é mesmo!

Anúncios

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized